segunda-feira, 14 de setembro de 2015

VALE A PENA DIZER A VERDADE ANTES DE FAZER UMA ANÁLISE HISTÓRICA E SOCIAL SIMPLES?

O escritor Nelson Rodrigues dizia: "o que salva o casamento é a mentira". O filósofo Alemão Friedrich Nietzsche não cansou de se perguntar: "a verdade salva a vida?". Atualmente o cozinheiro mais famoso do Brasil, o chefe Jacquin, revelou-se, em rede nacional, ao divulgar que ama quando um, de seus vários funcionários, mente de modo necessário para ele e por ele. João - o profesta que batizou Jesus Cristo - perdeu a cabeça por contar da verdade...

Acima temos algumas personalidades que são aproximadas, textualmente, pelo tema da verdade e da mentira. Ambos os substantivos que ligam esses mestres da história ou da atualidade, também unem muitas pessoas em nossa sociedade atual, por dizerem ou não a verdade para os seus semelhantes. O fato é que nem todos os homens têm a coragem de contar que faz uso da mentira, posto que será necessário, apos tal declaração "bombástica", o retirar das máscaras. Mas, quem não ama as máscaras, não é verdade?

Por que não tiramos as máscaras? Por que temos tanto medo de expor que mentimos? Por que a verdade ainda tem tanta importância, numa sociedade tão disfarçada? Pra que e por quê dizer a verdade? Qual a função da verdade? De onde surgiu essa nossa necessidade voraz de contar a verdade? Que sentimento a verdade causa nas pessoas?

Analisemos a atualidade: quando um garotinho comete a traquinagem de furtar uma balinha e os seus pais descobrem; rapidamente, demonstram-se zangados e gritam: "diga a verdade senão você vai levar uma surra". O garoto, pra não apanhar, diz a verdade... E para quê? Para levar uma surra! O marido que é colocado contra a parede por uma suspeita de traição e quando essa suspeita confirma-se, logo perde a esposa e todos os bens. O bandido que confessa a verdade só confessa para ser preso, surrado e condenado...

Historicamente é possível afirmar que dizer a verdade é prejudicial a vida, posto que só causou e causa o sofrimento. Assim, cabe a pergunta: "vale a pena contar a verdade?". De acordo com os casos citados sobre a atualidade, a verdade só serviu para punir aquele que, talvez, queria se redimir e se reeducar.

Portanto, a punição e o sofrimento estão sempre ancorados à verdade, quando, na verdade, deveria ser o perdão, o redimir, o abraço e o acolhimento. Continuar contando a verdade, num mundo de máscaras, é semelhante a jogar pérolas aos porcos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário