domingo, 1 de março de 2015

PERDÃO!

Senhor, perdão. Mas, cá estou.
Sou maltrapilho perdido. 
Mas, na brincadeira de esconde-esconde da vida, o senhor sempre acha-nos.
O senhor é um expert em nos encontrar.
Seja atrás do amor, da dor ou do torpor. Seja onde for.
Não importa o local, a circunstância, o momento ou o estado em que nos encontramos. 
Você sempre diz na brincadeira de esconde-esconde: "um, dois, três - te achei! E, agora, tá com você. É a sua vez de me procurar". 
Nessa brincadeira entre terra e céu, o senhor sempre nos acha para depois te acharmos.
Que momento belo, inquieto e espantoso!
Espantoso, porque você sabe esconder-se tão bem que é só por meio da oração que podemos encontrar-te.
E é exatamente por isso que cá estou, na escuridão do esconde-esconde da vida e pronto para ajoelhar-me com o objetivo de quem quer conversar:
- Senhor, dai-me discernimento para lidar com os fantasmas da racionalidade que, com o lápis, o rabisca com os traços do NÃO EXISTE.
Senhor, dai-me coragem para, com verdade, saltar no escuro da existência e saber que em seus braços, seguramente, cairei.
Senhor, ajuda-me a enxergar, nas pessoas, o seu lado cristão. Pois, só vejo o que há demasiadamente anticristão, humano.
Senhor, dai-me forças para enxergar-te na natureza, nos homens e nos animais, visto que sei e bem, que nelas não estás mais. Pois, segundo Agostinho, o senhor é o sumo bem, o incorruptível.
Senhor, dai-me forças para relacionar-me bem com os meus irmãos, uma vez que, às vezes, vejo que eles(as) são irmãos da boca para fora!
Senhor, dai-me óculos para te enxergar, dado o fato de que aqui está escuro, neblinado e embaçado. A colisão é certeira.
Senhor, aqui, no andar debaixo, na (da) vida, tudo colabora para que não sejamos os seus espelhos, discípulos e representantes.
Diferente de João, que certa vez disse que não era digno de amarrar as suas sandálias, ouso ir mais longe. Por isso, Senhor, peço-te que venha a nós e encontre-nos no imenso labirinto existencial que estamos. Nele, estamos perdidos. E só o senhor pode conduzir-nos ao caminho para nos encontrar-te encontrar!

Nenhum comentário:

Postar um comentário