sexta-feira, 30 de agosto de 2013

POESIA E FILOSOFIA.

A luz acende e apaga;

A clareza vem, aparece e logo desaparece;

A mente abre-se e depois fecha-se;

Por momento, a clareza é transbordante;

Por outro, sequer há uma fresta de luz; 

Esse é o momento de aprender, apreender, reaprender: fazer filosofia. Viver!

Nenhum comentário:

Postar um comentário